Francesinha do Café Santiago, Porto

A francesinha é um sanduíche/bomba calórica típica do Porto e é uma delícia. Mas, como dizem os portugueses, é para se comer “de longe”: de vez em quando. Ela é feita de linguiça, salsicha fresca, fiambre, carnes frias e bife de vaca ou lombo de porco assado e fatiado, tudo dentro do pão, e coberta com queijo derretido. Pra finalizar, molho fumegante à base de tomate, cerveja e piri-piri.

Francesinha simples - foto minha

Francesinha simples – foto minha

A origem do prato, diz-se, é de um restaurante no Porto chamado A Regaleira – ainda existe, mas nunca fui. O chef à época (década de 1950), Daniel David Silva, voltou de uma temporada de trabalho na França, e inspirou-se na tosta francesa, ou croque-monsieur, para a criação.

Minha primeira experiência com a francesinha foi no Café Santiago, premiado restaurante na região central da cidade, perto do Coliseu. As francesinhas das fotos do post são de lá. Gostei bastante do atendimento e do ambiente, mesmo cheio. Demorou um pouquinho pra chegar a comida, mas vale a pena mesmo assim. O legal também é que o Café fica aberto direto a tarde toda, bom para um almoço tardio, fora do horário de pico do meio-dia.

Os preços são justos, talvez um pouquinho acima dos botecos portuenses. A francesinha simples (foto 1) custava em torno de 6 euros e a top (foto 2), vinha com batatas fritas – português adoooora batata frita – e um ovo estrelado no topo, por 8 euros.

Francesinha completa, com ovo e batatas - foto minha

Francesinha completa, com ovo e batatas – foto minha

Existem inúmeras variedades de francesinhas, pra agradar a todos. Algumas que já vi são de camarão, vegetariana, bacalhau e frango. E o que me chamou a atenção: não é comida de turista não. Os portugueses comem a toda hora, e muitas vezes os restaurantes as oferecem nos menus de almoço, acompanhadas de bebida e café, a preços bem acessíveis, aí todo mundo pede mesmo 🙂

Anúncios

Um comentário sobre “Francesinha do Café Santiago, Porto

  1. Pingback: Festa de São João no Porto | Portugal sem fronteiras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s