Imigração em Portugal – ir ao SEF ou não?

Este assunto sempre gera dúvidas, pois é sabido que o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras português precisa saber da sua chegada ao país (se vem como turista, nem é o caso, é mais para quem vem estudar ou trabalhar*), mas como muitas vezes é mais barato chegar cá com escala em Madrid, Londres, etc, fica aquela insegurança. O nome do procedimento é Declaração de Entrada, e basta levar o passaporte.

Vamos às possibilidades:

  • Vim direto do Brasil para Portugal, passei na imigração do aeroporto português e tenho um carimbo de entrada no meu passaporte = não precisa ir ao SEF.
  • Vim do Brasil para a Suíça, Inglaterra, ou algum outro país que não tenha fronteira unificada com Portugal = não precisa ir ao SEF, pois ao chegar em Portugal terá que fazer imigração normal, seja por aeroporto ou outro meio terrestre.
  • Vim do Brasil para um outro país da União Europeia (Espanha, França, Itália…), e não tenho um carimbo de entrada em Portugal, mas sim de outro país. Neste caso, são duas hipóteses:
  • a) se você for para um hotel, hostel ou alojamento turístico oficial, o dever de informar ao SEF de sua chegada é deles, então não é preciso fazer nada.
  • b) se você for para uma casa de amigos, apartamento alugado ou situação semelhante, é preciso ir ao SEF!

O prazo para se apresentar ao SEF é de 3 dias úteis, e o descumprimento acaba em multa de 30 euros. No Porto, vá ao posto do SEF e preencha um formulário de entrada que fica lá num expositor. Simples e rápido!

* Pra quem vem como turista mas pretende se legalizar posteriormente via reagrupamento familiar ou casamento, não deixe de pedir!

Logotipo do SEF

Logotipo do SEF, 25 de Fevereiro de 2008. INACIO ROSA/LUSA

Anúncios

65 comentários sobre “Imigração em Portugal – ir ao SEF ou não?

  1. Pingback: Mudanças no SEF e novo endereço | Portugal sem fronteiras

  2. Pingback: Declaração de entrada em Portugal no SEF | Portugal sem fronteiras

  3. Olá, parabéns pela publicação, mas tenho uma dúvida que não tenho resposta até hoje e estou muito confuso.
    Estou indo para Portugal estudar, porém vou para República Tcheca, fazendo uma conexão em LISBOA, provavelmente vou passar pela imigração para seguir viajem.
    Meu visto esta à partir do dia 10/09/2017 e vou para Republica Tcheca fazendo essa conexão em Lisboa dia 23/08/2017.
    Minha dúvida é, quando eu voltar vou ter que passar no SEF pois creio eu que vou ter o carimbo de Portugal e da Republica Tcheca eu acho.

    Obrigado.

    Curtir

    • oi, João. Se eu entendi bem, a sua primeira parada na europa será Portugal (mesmo que para conexão), e isso te dará o carimbo de entrada em Portugal e te isentaria de ir ao SEF. A única questão que fica na minha cabeça e não sei responder é: se vc precisar renovar seu visto (provavelmente vai, não vai ficar só 120 dias, né?), eles vão cobrar o carimbo de entrada em Portugal e a data estará anterior à válida no seu visto. Isso pode realmente ser um problema… eu te recomendaria enviar um email ao SEF e questionar, ou dar um pulo lá assim que chegar – indo cedinho não se perde muito tempo. abs.

      Curtir

  4. Oi Marina, tudo bem? Tenho uma dúvida simples e rápida.
    Embarco para Portugal dia 14/08m em vôo direto para Lisboa. Ou seja, entro pelo próprio país. Tenho visto de residência e minha esposa e crianças entram como turista, para dar entrada no reagrupamento familiar na sequencia.
    Eles também não precisam ir ao SEF nestes três primeiros dias?
    Parabéns pelo trabalho!
    Abraços.

    Curtir

    • Oi Idelbrando, me metendo um pouco na sua pergunta, estou indo agora em Agosto com esposa e dois filhos pequenos. Não sei com quem vc vai, mas acredito alugar algo em definitivo daqui é muito difícil e arriscado. Corre o risco de vc chegar e as coisas não serem como pareciam (apto em estado diferente, vizinhança não tão boa, etc).
      Tente um quarto ou apto via airbnb, que apesar de mais caro que um aluguel mensal, pelo menos é uma garantia de chegar e se instalar em algum lugar.
      Eu recorri à conhecidos, que me ajudaram e consegui um apto por 1 mês. Tem certo risco, mas é menor. Assim que chegar, ao mesmo tempo em que correr atrás de acertar a documentação, já vou conhecer melhor os bairros e começar a tratar com os corretores sobre opções de aluguel.
      Abs!

      Curtir

    • Idelbrando, em termos de facilitar a entrada no país, ambos os casos dão no mesmo. Vc pode ter o comprovante da reserva do imóvel ou do hotel, tudo igual. Agora, concordando com o comentário do Flávio abaixo, eu não reservaria um imóvel, pelo menos a longo termo, antes de chegar aqui e olhar tudo. Existem muitos casos de golpe mesmo!!! Além do que podem te oferecer gato por lebre. abs!!

      Curtir

  5. Oi Marina tudo bem,
    Meu filho quer vir morar em Portugal ano que vem, mas passagem com escala é mais barato do que voo direto. Além do mais, como ele vai estar em lua de mel, aproveitam para passear um pouco. Só que me disseram que existe dois tipos de imigrante em Portugal: aquele que entra por Portugal e já tem um carimbo próprio no passaporte, são os chamados imigrantes irregulares quando passa o período de turismo.
    E tem os que vem por outros países, que são chamados de ilegais.
    Não sei até onde isso é verdade. Mas me disseram que se a pessoa entrar por outro país, ela tem muito mais dificuldade em conseguir contribuinte, segurança social, enfim toda documentação que precisamos tirar pra dar entrada num processo de legalização.
    Ele indo ao Sef no período de 3 dias úteis, resolve esse problema?
    Ele passará de ilegal à irregular, ou não?
    Desde já agradeço pela atenção dispensada.

    Curtir

    • Oi, Viviane, Isso mesmo, a ida ao SEF em até 3 dias após a chegada a Portugal serve como o “carimbo de entrada” que ele receberia se entrasse no espaço europeu pelo país. Façam isso pq vai facilitar demais os próximos procedimentos junto ao SEF – eles sempre pedem a prova de entrada no país. abs.

      Curtir

  6. Olá, Marina tudo bem,
    Cheguei em Portugal dia 19 de novembro, fazendo conexão e imigração pela França! Só hoje descobri que eu precisava comparecer ao Sef em 3 dias depois da minha entrada no país, e terei que pagar uma multa de 30 euros, só que não sei se a multa é diária ou fixa! Sabe me informar? O que devo fazer ?

    Curtir

  7. olá, Marina
    Estou indo à Portugal com meu noivo como turista, mas temos intenções de trabalhar e correr atras de um visto de residencia. A minha dúvida, é mais fácil irmos casados ou se deixarmos para casar lá, irá facilitar no possível reagrupamento familiar?O que você me aconselha?

    Curtir

    • como vcs ainda vão tentar a regularização, vir com a certidão de casamento + o reconhecimento da mesma pela apostila de haia provavelmente não vai ajudar, pq não conseguirão atendimento antes de 3 meses, e precisariam refazê-la. portanto, sugiro que deixe alguém no brasil com procuração para fazer isso caso venham casados. se forem casar aqui, pode facilitar essa parte da expedição da certidão, mas eu não sei te informar quanto aos prazos, preços, etc. abs.

      Curtir

  8. Olá Marina,
    Sou cidadão Português e estou indo para Lisboa com minha filha (tb com cidadania) e esposa (sem cidanania) a trabalho no próximo mês.
    Gostaria de saber se minha esposa terá algum problema na imigração pois estamos apenas com passagens de ida.
    Já tenho contrato permanente de trabalho e nosso casamento já é averbado em Portugal.
    Nossa entrada será em Lisboa.
    Obrigado

    Curtir

    • Olá, Marconi. Teoricamente, sua esposa por vir como turista deve ter passagem de retorno sim, é uma das exigências. Agora, já que és cidadão, tens contrato de trabalho e casamento regularizado, eu sugiro que levem toda essa documentação em mãos e apresentem ao funcionário que os receber, explicando que pedirão a residência dela a partir da sua cidadania, o que não é possível fazer no Brasil, somente uma vez em Portugal. Eu fiz exatamente isso quando cheguei, contei com a boa vontade do atendente e deu tudo certo, mas tragam toda a documentação em mãos, abs!!!

      Curtir

  9. Olá, farei uma viagem para Lisboa, com conexão em Madri, fiquei sabendo que farei toda minha imigração em Madri, e não passarei por imigração nem na entrada e nem na saíde de Lisboa, portanto não iriam carimbar meu passaporte. Gostaria de saber, se posso pedir pra eles carimbarem.

    Curtir

    • oi Paulo, tá certo, a imigração será em Madrid, quando vc voar de Madri para Lisboa não terá oportunidade de pedir para carimbar pq não tem nenhum controle de fronteiras. Vc tem que ir ao SEF, e lá farão o teu registro de entrada em Portugal. Vc tem três dias, a partir de quando chegar a Portugal, para ir lá. abs!

      Curtir

  10. Ola Mariana!!!

    Iremos para ficar em Portugal, sou cidadão europeu e minha mulher não, A principio vamos ficar em Paris por 4 dias, só que nossa escala eh em Lisboa antes da França, quado for para Portugal tenho que ir no SEF? os dois q terao q ir no SEF?

    Muito obrigado

    Curtir

  11. Com esse sistema que se passa direto pela máquina, eles não carimbam o passaporte? E se não carimbarem é só eu procurar esse SEF pra pedir o carimbo de Portugal?

    Curtir

    • oi Paulo, não sei te dizer sobre esse sistema, nunca usei. Mas acredito que o SEF só carimbe o passaporte caso Portugal não tenha sido o país da Europa no qual fez sua imigração. A entrada eletrônica deve constar de alguma maneira no seu passaporte. abs.

      Curtir

  12. Olá,
    Tudo bem? tenho uma dúvida em relação ao carimbo, vim da Irlanda e entrei em Lisboa, porém, o carimbo não aparece no passaporte (não sei se faltou tinta talvez). Você saberia dizer se tenho a necessidade de ir ao SEF? Ou teria como confirmar minha entrada por algum outro meio?

    Tenho a intenção de legalizar minha permanência.

    Agradeço

    Curtir

      • Agradeço Mariana,
        mas caso for lá, preciso de reserva e hotel ou corro o risco de ser “enviada para casa educadamente?”
        Como devo proceder? Pq não tem nenhuma data na entrada do meu passaporte, no caso apresento o bilhete de embarque? você poderia ajudar nesse caso? Agradeço

        Curtir

        • oi Camyla, sugiro que vc leve a passagem que usou para comprovar como chegou. o comprovante de alojamento também é sempre solicitado, então pode ser uma boa ideia te-lo tambem. nao demore para ir! depois me conta como foi, abs!!

          Curtir

  13. Olà Marina ,

    Vim para Bélgica porque tenho uma filha que vive aqui. Tentei regularizar minha situaçao aqui porèm aqui è muito dificil conseguir a residência. Atravès de alguns amigos surgiu a oportunidade de ir viver em Portugal e a minha pergunta seria . Como estou aqui a mais de 3 meses eu poderia chegar em Portugal e ir direto fazer meu NIF apenas com o passaporte e o bilhete de viagem da Bèlgica para Portugal ?
    EU terei que pagar alguma multa ? e a ultima pergunta è que durante meu tempo aqui eu perdi meu passaporte e tirei outro na embaixada do Brasil aqui. Isso pode me prejudicar em algo ?

    Desde de jà muito obrigado ,

    Marcos Silva

    Curtir

    • oi Marcos, o NIF pode ser feito por qualquer pessoa, mesmo turista. O que vc vai precisar é levar um representante fiscal com vc, ou seja, alguém português ou que viva regularmente aqui. Para o NIF não vai ter nenhum problema quanto à data de entrada, acredito que vais fazer normalmente. Agora, quando for ao SEF para fazer os procedimentos de regularização, aí sim a data de entrada importa, e multas podem ser geradas. abs.

      Curtir

  14. ola tenho uma promessa de contrato de trabalho moro nos estados unidos e estou indo para portugal com meu filho .eu posso pedir meu visto ai quando chegar no sef.
    e a situacao do meu filho como ficaria?

    Curtir

    • oi Luciano, seu filho deverá pedir o processo de Reagrupamento familiar, uma vez que a sua residência esteja OK. tenho um post específico sobre isso, dá uma olhada que tem muita discussão nos comentários também. abs!

      Curtir

  15. Olá, estou vendo esses poste anos depois hahaha mas tenho uma dúvida!! Se minha passagem é do Brasil para Madri, e depois de Madri para o porto, preciso declarar minha entrada! Minha dúvida é se preciso mostrar alguma passagem no SEF do transporte que utilizei para chegar em Portugal, e se tem algum problema essa passagem ser de trem ou de ônibus, ou se tem que ser de avião. Sabe me dizer?

    Curtir

    • oi Priscilla, eu nunca fiz este procedimento, mas não há pq eles exigirem que seu deslocamento seja de avião, né… de qualquer meio de transporte, não haveria fronteira e sua chegada teria que ser declarada na mesma. É o que penso, mas reafirmo que nunca fiz, abs!!

      Curtir

      • Entendi, muito obrigada por responder! Eu pensei q teria algum problema o trem ou ônibus, por não ter a passagem para mostrar no SEF e eles pensarem q entrei d modo ilegal hahahaha queria muito ir de trem de Madri para Portugal para apreciar a paisagem e pelo preço TB rsrs

        Curtir

  16. Gostaria de saber meu marido esteve em Portugal 2009 devido às condições financeiras ele pediu ajuda ao sef , sendo que o passaporte foi carimbado e que ele só poderia retornar depois de 3 anos. Na verdade ele não tem mas esse passaporte ele terá que retirar um novo, porém tem algum poblema em retornar.

    Curtir

    • oi Lizilane, se o período já passou, teoricamente não haverá qualquer problema, não é? de qualquer forma, sugiro ligar ou ir ao consulado de sua região se informar, para vir com segurança. abs.

      Curtir

  17. Olá, Marina!
    Meu caso é quase idêntico ao escrito no seu post.
    Vim para Portugal estudar, tenho o visto de estudo. A minha entrada foi na Espanha, com carimbo de lá. Não possuo carimbo português.
    Devo me apresentar no SEF mesmo tendo o visto Português no passaporte?

    Curtir

    • oi Gabriel, acredito que sim! A não ser que esteja em hotel, neste caso o próprio hotel faz o aviso, mas passa lá para depois não ter problemas no momento da renovação, vão querer olhar o visto e a data de chegada. abs.

      Curtir

  18. Oi Marina ia pra França fazendo conexão em Lisboa e fui mandado de volta para o Brasil é o meu passaporte foi carimbado e fizeram uns rabiscos no carimbo com a c de caneta entre parenteses,isso complica alguma coisa se eu quiser voltar??

    Curtir

    • Se a sua entrada na europa foi negada (foi isso?), acredito que exista um período de tempo (3 anos talvez? alguém me disse uma vez…) em que não poderá retornar, mas não sei qual é exatamente o seu caso, o melhor é ir no consulado do país que negou sua entrada e tentar entender a situação. abs.

      Curtir

  19. Ola Marina, tudo bem? Tenho uma dúvida eu e minha esposa entramos pela Escócia e tivemos visto para 6 meses. Mas fomos para Irlanda, e nesse tempo nosso visto venceu e já tem mais de 60 dias. Pretendemos ir para Portugal como turistas e se gostarmos de lá queremos morar lá. A pergunta é seguinte; Eu posso entrar no país com o visto vencido? Tenho o direito de outro visto em Portugal?Preciso ir ao SEF me apresentar mesmo com visto vencido nao serei deportado? Obrigado!

    Curtir

    • oi Aparecido. A Escócia não faz parte do espaço Schengen europeu, então o tempo que passou lá não deve importar para entrar na Europa. “Visto” é uma autorização que vc recebe no seu país (Brasil) através da embaixada ou consulado do país para onde vem (Portugal). No caso, se vc não tem essa autorização, vc não tem um visto, e vai receber um de turista assim que chegar no Espaço Europeu, que o autoriza estar aqui por 90 dias. Para receber o visto de turista existem várias exigências (passagem de retorno, alojamento reservado, dinheiro suficiente, etc… – tenho um post sobre isso, dá uma olhada). Se vc cumprir todas as exigências para turismo, não deve ter problemas em entrar.

      Curtir

  20. Olá fui a Portugal e fiquei por 2 anos em 2011 , porém quando eu voltei em 2014,fui barrada no aeroporto de Lisboa pois já que fiquei ilegal por esse periodo!

    É pretendo ir fim do mês para Portugal por 2 meses de férias

    Será que vão me barrar novamente?

    Curtir

  21. Somos dois irmaos, registramos a nacionalidade em Mocambique mas so depois de 6 meses que podemos levantar o documento e temos a viagem marcada para dia 7 de junho, vamos sem nenhum documento que prova que somos portugueses e por conseguinte estaremos ilegal em Portugal, como pode nos ajudar

    Curtir

    • oi Walther, eu acho que vcs não deveriam vir sem o documento pronto. A não ser que fiquem os 3 meses permitidos para turismo e retornem para moçambique, levantem os documentos, e venham com a nacionalidade feita. se o processo está sendo feito lá, imagino que deva ser concluído lá também, mas sugiro que vão ao consulado português se informar se há alguma outra possibilidade. abs.

      Curtir

    • Walther, sem a documentação em mãos não poderão trabalhar. No SEF vcs podem sim prorrogar a estada de turista em 90 dias, mas somente como turista, portanto, sem trabalho ou nada que caracterize residência. abs.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s