Processo seletivo – graduação em Portugal

Muita gente pergunta como entrar na universidade em Portugal e não há somente uma resposta. Para graduação, são muitas as formas de acesso, e para os brasileiros destaca-se o Enem, aceito por várias instituições portuguesas: Lisboa, Coimbra, Algarve, Aveiro, Beira Interior, Porto (sei que a Faculdade de Engenharia aceita, mas não sei sobre as outras). Politécnicos também aceitam amplamente: Portalegre, Leiria, Porto, Guarda, do Cávado e do Ave, Beja e Coimbra.

Atenção que para estudar Medicina, o Enem não vale. Há uma lei federal que exige que o acesso ao curso seja exclusivamente pelos exames nacionais. Muitas vezes o número de vagas para estrangeiros é limitado, o que pode gerar concorrência maior.

A forma de acesso tradicional dos estudantes portugueses às universidades também é um exame, o nacional, e existem formas especiais como o reingresso para portadores de diplomas e para quem tem mais de 23 anos.

Sobre custos, os valores de propinas (mensalidades) para estrangeiros geralmente são maiores do que para os portugueses. Isso ocorre porque a educação em Portugal é subsidiada em parte pelo governo, mas isso não se aplica a estudantes de fora da União Europeia. A mensalidade anual pode chegar a 7 mil euros, dependendo da instituição, mas há sempre opções de parcelar (eu parcelo meu doutorado em 10x). Haverá também taxa de inscrição, de matrícula e, algumas vezes, seguro.

Atenção: mesmo as universidades públicas são pagas; como no Brasil, aqui, em geral, valoriza-se mais a pública do que a privada.

Aqui eu falo sobre custo de vida no Porto, sendo que em Lisboa é mais caro e em outras cidades menores, mais baixo. Um quarto na Covilhã ou em Braga, por exemplo, pode ser alugado por menos de 100 euros. Aqui tem uma lista de sites para arrendar quarto ou apartamento, também no Porto, mas alguns trabalham com mais locais.

Esta matéria da BBC tá bem legal, um pouco incompleta, mas gostei. Fala melhor sobre cada instituição disponível, apesar de não abranger todas.

Anúncios

7 comentários sobre “Processo seletivo – graduação em Portugal

  1. olá, estou cursando pedagogia estou no 3 período e queria muito continuar meus estudos ai, já morei em setúbal por 4 anos e sou apaixonada por Portugal o meu curso é pelo fies, tem como continuar? eu tenho chance de conseguir entrar pra continuar meus estudos?

    Curtir

    • Oi, Francielle. Eu desconheço totalmente as regras do FIES, mas sugiro que vc comece por aí: descubra se seria permitido. Caso seja, aí é só se informar sobre transferência externo no site do curso que você pretende fazer aqui em Portugal. Muita gente faz a transferência!

      Curtir

  2. Pingback: Equivalência do diploma de ensino médio Brasil-Portugal | Portugal sem fronteiras

  3. estou terminando meu curso de psicologia esse ano, tens alguma dica do que eu possa esta fazendo por ai como p´´os graduação? quanto mais ou menos eu devo ter reservado (dinheiro) para começar uma vida ai? o custo de vida em coimbra é mais ou menos caro que ai? eu como Brasileira conseguiria um emprego rápido por ai? Portugal é minha paixão, e tenho sonhado mais ainda em está ai, mas nem sei por onde começar, tenho pesquisado sobre tudo, mas ainda não conversei com ninguem que viva de na pratica o que eu poderei viver. aguardo sua resposta.

    Curtir

    • Oi. Existem muitos cursos de pós-graduação em psicologia pra escolher. Aqui no Porto há na Universidade do Porto, por exemplo mas seria mais caro viver aqui do que em Coimbra. Eu tenho um post sobre custo de vida que pode te orientar sobre quanto reservar para viver em Portugal confortavelmente.

      Já sobre emprego, vc não teria autorização automática para trabalhar se vier fazer pós ou mestrado (doutorado, sim!). Vc teria que chegar aqui, fazer sua documentação de residente e aí sim pedir autorização ao órgão competente (SEF) para trabalhar – provando que o trabalho não compromete o horário de estudo. Espero ter ajudado.

      Curtir

  4. Olá, nasci no Brasil, mas tenho dupla nacionalidade, também sou portuguesa. Gostaria de saber se posso concorrer a uma vaga para o curso de Medicina e se sim, quais os requisitos que tenho que apresentar? Todos eles. Aguardo a resposta. Mesmo sendo muito nova, tenho bastante experiência com o Enem e sei que tenho capacidade suficiente para concorrer com os portugueses.

    Curtir

    • oi Camila. O curso de medicina é um dos poucos em que não se tem ingresso via Enem ou qualquer outra forma além dos exames nacionais portugueses. vc teria que vir prestá-los e ser aprovada. A dupla nacionalidade te agiliza bastante coisa na parte burocrática. abs!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s