Renovar reagrupamento familiar – SEF – Portugal

Já se passou um ano desde que fiz meu reagrupamento pela primeira vez, e chegou a hora de renovar. Lembrando que, a primeira vez que você faz, ele vale por um ano. Quando você renova no final deste ano, a residência passa a valer 2 anos! Alívio…

Fui, então, procurar no site do SEF os documentos que deveria levar para renovar e adivinhem se tem alguma informação no site? Nada… Fui me informar e descobri que a documentação exigida é a listada no site deles como “Regime geral”, você pode acessar aqui. Custava deixar isso claro?

Enfim, é tudo bem simples. O comprovativo do vínculo seu e da pessoa reagrupada (certidão de casamento, de união estável…) não é mais pedido, embora ela deva ir com você para assinar o termo de responsabilidade. Ela também pode ser a provedora, ou seja, você não precisa comprovar a renda se ela puder comprovar suficiente para os dois – o meu caso, pois não trabalho, só estudo.

Fora o termo e o comprovativo de renda, quem pede a renovação precisa levar o impresso próprio do SEF preenchido, comprovativo de morada (residência), inscrição na segurança social regularizada (se trabalhar ou receber bolsa portuguesa, se não estiver inscrito na segurança, como eu, não precisa levar nada), e comprovativo de situação fiscal regularizada (fácil, pega na internet).

O atendimento será mais rápido do que no momento em que se pede o reagrupamento pela primeira vez. Não se refazem as digitais nem a assinatura eletrônica, embora se faça outra foto. O posto de atendimento do SEF no Porto mudou de lugar, não é mais na Loja do Cidadão, mas na Avenida de França, junto ao CNAI e posso dizer: ficou muito melhor! Veja neste post o meu relato.

 

 

 

Anúncios

5 comentários sobre “Renovar reagrupamento familiar – SEF – Portugal

  1. Pingback: Reagrupamento familiar no SEF – Portugal | Portugal sem fronteiras

  2. Boa noite, tenho uma marcação para pedir a renovação do reagrupamento, mas nesse momento estou desempregada e calhou do meu marido também ficar . Já não recebo subsídios só ele, sabe me dizer se só com o subsidio consigo pegar a renovação?

    Curtir

    • Oi, Gisele. Acho que o ordenado deve corresponder a um mínimo + 50% do mínimo, se vcs são duas pessoas somente. Não sei se seria aceito outro comprovativo de meio de subsistência (um extrato bancário, por exemplo), mas vc poderia contatar o CNAI para se informar certinho!

      Curtir

  3. Oi Marina,

    eu estou pirando e preciso de ajuda! Sou cidadã alemã e vou me casar no Brasil mas queria fazer a união estável pois custa mais barato. Eu vi em um vídeo que uma menina que casou com um espanhol no Brasil e quando apresentou a certidão de casamento no SEF, eles pediram um documento da Espanha atestando esse casamento.
    Eu quero fazer a declaração de União estável me declarando como alemã no documento, você acha que será suficiente? Você deu entrada com união estável?

    Curtir

    • oi, Stephany. Sim, dei entrada com a união estável brasileira, entre brasileiros, reconhecida pelo consulado português no brasil (atualmente já não se legaliza no consulado, mas se apostila em algum cartório que faça o procedimento).

      Não sei como fazer se tiver um estrangeiro envolvido (nem sei se tem que fazer algo). Sugiro que vc procure o CNAI em Portugal, que é o órgão de assistência aos estrangeiros, quem sabe te esclarecem: http://www.acm.gov.pt/-/cnai-porto

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s