Roaming na Europa vai acabar

Melhor notícia!!!!

Em junho deste ano, vai acabar o roaming na União Europeia, ou seja, meu celular de Portugal vai funcionar nos demais países da área como se estivesse em Portugal, sem taxas extras nem nada. A notícia está circulando há tempo, mas vi no site do Parlamento Europeu na última semana e compartilho aqui:

https://www.europarltv.europa.eu/pt/programme/economy/end-of-roaming-questions-from-social-media

A lista dos países em que você vai usar seu celular como se estivesse em Portugal: Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Polônia, Romênia, Eslovênia, Eslováquia, Espanha, Suécia, Reino Unido (estes todos no dia 15/06/2017). Um pouco após essa data, ainda sem precisão de quando, entrarão Islândia, Liechtenstein, e Noruega.

Até lá… o melhor pacote de roaming das operadoras portuguesas pra mim é da NOS. Para quem tem WTF, por exemplo, tem uma pequena quantidade gratuita por mês (50 mb de internet, vários sms, e uns 100 minutos de voz, é pouco mas já me salvou duas vezes; dá pra usar o google maps ou o whatsapp num aperto). Após esgotar o pacote gratuito, a tarifa WTF é de 0,06 euros o minuto efetuado, 0,01 o recebido e 0,02 por sms. A internet acho ruim: 0,06 por mb de dado.

[De avião] Porto-Luxemburgo

Francamente, o que me levou a comprar as passagens pra Luxemburgo foi o preço e a vontade de fugir durante o fim de semana: 24 euros ida e volta pela Ryanair 🙂 Uma vez lá, no entanto, confesso que foi um passeio bem legal, incluindo até um bate-volta pra Alemanha, que conto a seguir os detalhes.

O voo sai do Porto em um horário ótimo, perto das 10h, o que faz com que cheguemos na Cidade de Luxemburgo (a capital) bem na hora do check-in no hotel e ainda a tempo de aproveitar a tarde. O aeroporto lá é pequeno e tranquilo. Há apenas uma linha de ônibus servindo a área (se não me engano, número 16) e ela leva até a estação principal de trem. De lá, se alcança facilmente qualquer lugar caminhando, e há bons hoteis ao atravessar a rua: Mercure, Ibis Styles, Best Western. Achei o preço dos hoteis inflacionados – fomos em novembro, não deveria estar caro.

Para comprar os tickets de ônibus, há uma máquina na parada que aceita cartão ou dinheiro. Um trajeto somente de ida foi 4 euros. O ônibus faz várias paradas, demora quase uma hora pra chegar a estação (a cidade está cheia de obras, estão abrindo uma linha férrea), mas você acaba observando alguns locais de interesse no percurso.

Para se comunicar o ideal é arranhar o francês. Me virei com o inglês, mas nem todo mundo se arriscava! Luxemburgo também está cheio de portugueses, volta e meia se encontra alguém.

DSC_6901.JPG

Esta foto é minha, tirada a partir do centrinho da capital

A época de fim de ano é legal pra ir, pois há muuuitos mercados de Natal (prepare-se para o frio: pegamos -5 em novembro). Fomos em três somente em Luxemburgo, e outro em Trier, uma cidade alemã próxima, que super vale uma visita. Trens saem de hora em hora pra lá, e o trajeto demorou 1h15. Além de mais mercados de Natal, Trier tem uma catedral famosa onde estaria o manto usado por Cristo em sua crucificação, ruínas romanas bem preservadas, e a casa natal de Karl Marx. Tudo se faz a pé, é pertinho. Ficamos lá umas 5 horas e vimos tudo. O bilhete ida e volta de trem foi 19 euros.

Além da Ryanair, tem voo direto da Luxair, da TAP, e da Easyjet, mas são pela tarde. Alguns dias da semana o voo da Ryanair também sai à tarde.