[De avião] Porto-Londres

Hoje começo a descrever alguns dos trajetos que fiz saindo do Porto e passeando por aí. Perco tanto tempo pesquisando as melhores maneiras de viajar que convém compartilhar!

Este primeiro post fala sobre ir da invicta para a capital inglesa, Londres. Primeira observação: sim, é preciso emigrar no aeroporto do Porto e imigrar no aeroporto de Londres, e na volta terá que fazer o processo inverso. O Reino Unido não faz parte do espaço Schengen, portanto vai receber carimbada no passaporte, e vale estar atento (se ainda tem o visto português que tirou no Brasil válido) ao número de entradas permitido pelo visto. A informação está escrita junto dele. Pra quem já tem cartão de residência, só alegria 🙂 Segunda observação: o Reino Unido não exige seguro obrigatório para visitantes!

As passagens para Londres saindo direto do Porto podem ser bem baratas, na casa dos 50 euros ida e volta, mas tem um inconveniente, na minha opinião: os voos vão para aeroportos longe do centro da cidade. A Ryanair voa pra Stansted (55 km) e a TAP, Gatwick  (45 km); Londres tem 5 aeroportos!!

Isso quer dizer que você economiza no voo, mas pode gastar tanto em trem, ônibus, etc (sem falar na demora nos deslocamentos), que vale a pena comparar quanto custa viajar Porto-Lisboa-Londres Heathrow (principal aeroporto). Na primeira vez que fui, fiz isso. Fiz escala em Lisboa (super rápida) e fui para Heathrow, onde se compra uma passagem por 6 libras e chega-se ao centro de metro, direto, sem complicação ou baldeações, em 45 minutos.

Para ir para Stansted, por exemplo, que foi meu voo de retorno (Londres-Porto), gastei mais de 20 euros, pois é preciso pegar metro de onde você estiver até a Liverpool Street (underground, foi umas 5 libras a passagem a partir de Piccadilly Circus; táxi seria 15), e depois trocar para um trem (16 libras, pois era horário de pico). Detalhe: esta última passagem não pode ser comprada pelo famoso Oyster card, o passe de transportes londrino.

Nunca voei para Gatwick com a TAP, mas o transporte de lá para o centro me parece mais simples do que Stansted. Há o Gatwick Express (pouco menos de 20 libras a passagem, online tem desconto), que vai até a estação Victoria, que é bem localizada até, perto do Palácio de Buckingham.

Em termos de conforto do voo, a TAP ganha da Ryanair por oferecer lanche (pão+suco+bebidas extra), poltrona reclinável e desembarcar no finger, dispensando o embarque em ônibus (chatice!). Pensando na estrutura do aeroporto, Heathrow é bem maior e variado do que Stansted, mas este também tem uma boa estrutura para comer, descansar, etc. Achei os procedimentos de segurança de Stansted bem mais chatos, com pessoas mais rudes. O visa check da Ryanair neste aeroporto foi a maior bagunça (mesmo!!), tem que se chegar cedo, com tempo.

PS. se você comprar um Oyster card, não deixe de devolvê-lo quando for voltar, na própria máquina em que se compram os bilhetes. Além de receber os 5 pounds pagos pelo cartão, qualquer saldo inutilizado também volta.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s