Nacionalidade automática para filhos de imigrantes há dois anos em Portugal

Uma notícia bem legal: filhos de estrangeiros que residam em Portugal há dois anos vão ser considerados portugueses originários, exceto se declararem que não querer ser portugueses.Isto irá encurtar o prazo na lei até agora em vigor, que exigia aos pais que estivessem a viver em Portugal há pelo menos cinco anos.

Veja tudo em matéria do Público, aliás um jornal indispensável para quem vive e quer se informar sobre Portugal 😉

Outra alteração significativa é o pedido de nacionalidade pela via da ascendência: pais de portugueses de origem podem vir a ter acesso à nacionalidade dos filhos desde que residam há pelo menos cinco anos em Portugal, independentemente da sua situação legal.

Anúncios

Eleições 2018

Já escrevi sobre como se justifica o voto morando em Portugal nas últimas eleições, e como agora nos aproximamos de mais uma, vale a pena retomar o post. Veja aqui.

Quem quiser transferir o cadastro eleitoral para votar no Consulado Português tem que correr, pois o prazo se encerra 151 dias antes do pleito, ou seja 09/05/2018. É preciso estar vivendo aqui há pelo menos 3 meses e não pode ter alterado o domicílio eleitoral nos últimos 12. Vá ao Consulado se informar se desejar votar em solo português, não é mais exigido o título de eleitor físico, agora vale o virtual 🙂 E não precisa agendamento.

Leia tudo certinho aqui na página do Vice Consulado do Brasil no Porto no Facebook.