Portugal quer reforçar oferta consular no Brasil

Matéria do ótimo Observador! Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, anunciou a intenção de criar um escritório consular permanente em Santos, com funcionários do ministério.

Leia tudo aqui.

Em entrevista à Agência Lusa, Carneiro explicou que a ampliação do quadro faz parte de um plano para transformar o consulado honorário de Portugal em Santos num escritório permanente gerido por funcionários de carreira do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Anúncios

Consulado Geral de SP: demora na emissão de visto de estudo para Portugal

Recentemente falei sobre a falta de vagas para se pedir um visto português no Consulado do Rio de Janeiro e agora quem se manifestou em um assunto parecido foi o de São Paulo. Na página do Facebook da entidade, a seguinte postagem avisa sobre a demora para a emissão de vistos de estudo:

Aviso
Vistos de Estudo – informação atualizada

O Consulado Geral informa as senhoras e senhores requerentes de vistos de estudo que, nesta data, foram processados cerca de 4100 pedidos de visto. Todos os pedidos que deram entrada aqui até ao dia 25 de Agosto já se encontram inseridos no sistema e aguardam o parecer obrigatório do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). Lembramos que esta entidade tem até 20 dias úteis para se pronunciar. Ainda estão pendentes de análise pouco mais de 300 pedidos de vistos de todos os tipos.

Conforme é do conhecimento de todos, por conta do número extraordinário de pedidos (que, em agosto deste ano, já superou o do ano passado inteiro) e do facto das cartas de aceitação só nos serem enviadas após um processo de seleção – que depende internamente das universidades – fazendo com que centenas de pedidos dêem entrada num espaço de tempo muito reduzido, não tem sido possível responder com a agilidade com que desejaríamos. Nesse sentido, estamos já a conversar com as universidades de forma a proceder a mudanças nos seus procedimentos futuros.

O Consulado Geral recorda, por isso, e uma vez mais, que não é possível solicitar urgência na triagem de pedidos, que são analisados pela ordem de chegada, de forma a garantir o tratamento igual e justo de todos os requerentes. Todos os vistos para fins de estudo estão a ser tratados como prioritários, uma vez que os estudantes têm prazos para se apresentarem em Portugal. Neste sentido, muito se agradece que nos evitem contactar para saber informações sobre o respetivo pedido se não tiver ainda passado do prazo, pois assim que o visto for autorizado, os requerentes serão imediatamente notificados. Caso contrário, será dispendido um tempo precioso nas respostas, tempo este que poderia ser mais bem utilizado na análise de pedidos por triar.

O Consulado Geral está bem ciente dos inconvenientes pessoais causados pelos atrasos no processamento, tendo concentrado todos os seus esforços, nas últimas semanas, para acelerar o processamento de cada pedido de visto de estudo. Estamos também em contato com as instituições de ensino superior e o SEF, de forma a sensibilizá-los para a situação individual dos vistos pendentes.

Muito se agradece a boa compreensão que as senhoras e senhores requerentes de visto têm sabido ter antes as circunstâncias excepcionais em causa.

Isso vai atrapalhar a vida de quem quer vir para o primeiro semestre (segundo no Brasil) de estudos aqui 😦 Será que eles não sabiam que estes meses que antecedem o início das aulas teria um aumento nos pedidos?