Nacionalidade automática para filhos de imigrantes há dois anos em Portugal

Uma notícia bem legal: filhos de estrangeiros que residam em Portugal há dois anos vão ser considerados portugueses originários, exceto se declararem que não querer ser portugueses.Isto irá encurtar o prazo na lei até agora em vigor, que exigia aos pais que estivessem a viver em Portugal há pelo menos cinco anos.

Veja tudo em matéria do Público, aliás um jornal indispensável para quem vive e quer se informar sobre Portugal 😉

Outra alteração significativa é o pedido de nacionalidade pela via da ascendência: pais de portugueses de origem podem vir a ter acesso à nacionalidade dos filhos desde que residam há pelo menos cinco anos em Portugal, independentemente da sua situação legal.

Anúncios

Deportação de brasileiros da Europa cresce quase 40%

Esse assunto é sério! Sempre insisto, não vale a pena fazermos as coisas de qualquer jeito, nem arriscar tempo, dinheiro e tranquilidade em projetos irresponsáveis. Esta matéria é da Gazeta do Povo, com dados de 2017: no primeiro semestre 3,1 mil ordens judiciais foram emitidas por tribunais nos diversos países do bloco estipulando o retorno dos brasileiros.

Os índices colocam o Brasil na décima posição entre as nacionalidades mais visadas, com apenas 200 casos a menos que os sírios. A lista é liderada pela Ucrânia e Marrocos, com mais de 11 mil casos cada apenas nos seis primeiros meses de 2017.

Outros posts sobre o tema: